A etapa de projeto informacional é constituída pelo início ao projeto do produto, em que as ideias pensadas anteriormente começam a ser materializadas e documentadas.

É o que você procurava?

Fale conosco para obter o trabalho completo, clique no botão ao lado

A globalização gerou uma ampla competição entre empresas, resultando em consumidores cada vez mais exigentes, que buscam uma variedade de produtos em períodos mais curtos. Assim, surgiu a necessidade da Engenharia do Produto, responsável pela criação, transformação e aprimoramento de qualquer produto,assegurando seu funcionamento e priorizando a satisfação do cliente com foco nas necessidades humanas.

De modo geral, o Processo de Desenvolvimento de Produtos (PDP) abrange diversas atividades que buscam,por meio das demandas do mercado e das restrições existentes, obter as especificações de projeto de um produto e seu método de produção. Isso permite que as indústrias e fábricas possam produzi-lo eficientemente. O PDP também inclui o acompanhamento do produto após o lançamento, assim como o planejamento da descontinuidade do produto no mercado, incorporando no processo de desenvolvimento as lições aprendidas ao longo do ciclo de vida do produto (Rozenfeld et al., 2006).

A Engenharia do Produto também assume uma responsabilidade no bem-estar social, preocupando-se como desenvolvimento de produtos que atendam a todos os grupos da sociedade. Isso implica na redução dasegregação, introdução da integração do indivíduo, facilitação de atividades cotidianas e inclusão noesporte e lazer. Para o desenvolvimento de produtos acessíveis, utiliza-se como base a NBR9050:Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos.

A acessibilidade refere-se à possibilidade e condição de alcance, percepção e entendimento para utilização,com segurança e autonomia, de espaços, mobiliários, equipamentos urbanos, edificações, transportes,informação e comunicação, incluindo sistemas e tecnologias, bem como outros serviços e instalaçõesabertos ao público, de uso público ou privado de uso coletivo, tanto na zona urbana como na rural, porpessoas com deficiência ou mobilidade reduzida (NBR, 9050).

Conforme levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE, 2021), 8,4% da populaçãobrasileira acima de dois anos, representando 17,3 milhões de pessoas, possui algum tipo de deficiência. Emum instante, a vida de muitas pessoas pode transformar-se, como o caso da atleta Laís Souza, que sofreuum acidente durante o treinamento de esqui aéreo, fraturando a terceira vértebra cervical e tornando-setetraplégica.

DESAFIO

Diante da necessidade de criar um produto mais inclusivo, alinhado a um discurso que busca equidadeatravés da adaptação de um produto, este projeto (MAPA) tem como objetivo desenvolver um DISPOSITIVO DOMÉSTICO destinado a auxiliar e simplificar a rotina de pessoas paraplégicas. Esse produto deve proporcionar autonomia e segurança para a realização de atividades diárias simples e deve serinovador.

Etapa 1: Compreendendo o Cliente

As necessidades dos clientes são dinâmicas, impossibilitando a criação de uma lista definitiva dessasdemandas. É evidente que o mercado é influenciado por fatores como novas tecnologias, surgimento decompetidores e flutuações na taxa de câmbio, entre outros. Diante desse cenário, os clientes desenvolvemexpectativas e necessidades, enquanto os produtos existentes podem perder atratividade. Ouviratentamente o cliente é essencial para aprimorar suas necessidades e criar soluções alinhadas àsexpectativas. Além de compreender, é crucial surpreender. Ao buscar entender as reais necessidades pormeio da voz dos clientes, é imperativo desenvolver os elementos necessários para identificar suasverdadeiras demandas.

1.1 Investigação das Necessidades dos Usuários

Nesta fase, é crucial adquirir uma compreensão empática do problema que se busca resolver, geralmentepor meio da pesquisa direta com os usuários. A empatia desempenha um papel fundamental em umprocesso de design centrado no ser humano, como o Design Thinking, pois permite deixar de lado aspróprias suposições, proporcionando uma visão autêntica dos usuários e de suas necessidades.

Faça uma pesquisa sobre as necessidades/dificuldades dessas pessoas e apresente os resultados, assimcomo as referências desta.

1.2 Tabela de Necessidades dos Clientes

Com base em sua pesquisa, elabore uma tabela detalhada das necessidades dos clientes, abrangendoas funções essenciais que o seu produto deve ter para atender a essas necessidades (

mínimo 4funções).

Etapa 2: Projeto Informacional

A etapa de projeto informacional é constituída pelo início ao projeto do produto, em que as ideias pensadasanteriormente começam a ser materializadas e documentadas. Os requisitos dos produtos são levantados eavaliados a partir da necessidade do público-alvo, de forma a atender ao mercado com o máximo deeficiência.

2.1 Requisitos do produto

A obtenção dos requisitos com base nas necessidades levantadas pelos clientes se constitui na primeiradecisão física sobre o produto que é projetado e, assim, possibilita parâmetros mensuráveis, associados acaracterísticas definitivas que o produto terá, constituindo um momento importante para o projeto.

Faça um levantamento do grau de importância de 10 necessidades do cliente que o seu produto devesuprir.

Obs.: 10 (mais importante) para 1 (menos importante) e pode haver graus de importância repetidos.

2.2 Matriz Casa da Qualidade (QFD):benchmarking competitivo

A matriz QFD (Quality Function Deployment) pode ser aplicada no desenvolvimento de produtos e serviços etem como objetivo mensurar as necessidades dos clientes, de forma que a organização consiga estudaressas necessidades, fazer comparações e ordenações de acordo com a relevância. O

benchmarking competitivo é o campo da matriz QFD, em que se torna possível identificar a situação atual do produtocom relação a concorrentes e, até mesmo, produtos similares lançados pela empresa.

Faça umbenchmarkingcompetitivo com três produtos similares ao seu, comparando as necessidadeslevantadas entre os três presentes no mercado e o seu.

Obs.: construa uma tabela com as necessidades levantadas no item anterior (2.1) e os três produtossimilares; aquele que se destacar em relação à necessidade deve marcar um ponto.

Etapa 3 – Projeto Conceitual

No Projeto Conceitual de maneira geral, as atividades desenvolvidas se relacionam com a busca, criação,representação e seleção de soluções para o problema do projeto de produto, ou seja, o objetivo principal édesenvolver princípios para o projeto do produto que satisfaça às necessidades e exigências dosconsumidores e que se diferencie dos demais produtos similares encontrados no mercado.

3.1 Seleção de Conceito

A seleção do conceito é o momento de analisar todas as informações levantadas nas demais etapas e,enfim, selecionar o conceito para o produto. Segundo Baxter (2011), existem alguns métodos que facilitamessa tarefa, os métodos modernos são baseados no trabalho de Stuart Pugh, que desenvolveu um métododa convergência controlada, que são desenvolvidos ao modo que os conceitos gerados pela equipe dodesenvolvimento do projeto vão convergindo sistematicamente e, por fim, tem-se a seleção e um único conceito.

Escolha 10 critérios de seleção de conceito e seus pesos. Após, selecione uma oportunidade dereferência (produto que ganhou o benchmarkig na questão anterior (2.2), com a pontuação maior) eduas alternativas para elas. E, então, faça uma matriz de avaliação, onde os critérios são organizadosem um eixo e os critérios de seleção no outro.

Obs.: cada conceito é comparado com o conceito referencial. Aqueles julgados “melhor que” são avaliadosem (+1), o “pior que”, em (-1), e o “igual”, em (0).(exemplo na página 105 e 106, unidade 4)

Etapa 04 – Documentação (Ficha Técnica)

A ficha técnica é um documento elaborado pela área de produtos, em que as informações tratadasanteriormente são reunidas em um único local, e é utilizada como o documento que caminha com produtopor toda organização. Essa ficha pode ser utilizada por qualquer tipo de empresa, de qualquer área deatuação e porte, pois a partir dela os gestores conseguem tomar decisões mais acertadas. A ficha técnica éum documento que acompanha as ordens de produção, é utilizada desde o momento de aprovação doproduto até a chegada da produção na expedição.

Faça a ficha técnica do seu produto.

Etapa 05 – Projeto Detalhado (Croqui)

Romeiro Filhoet al. (2010, p. 298) esclarecem que “ os protótipos virtuais ou protótipos reais cumpreminicialmente o mesmo papel dodesenho técnico, que é facilitar a comunicação entre a equipe de projeto,fornecedores e clientes no melhor entendimento do componente e de seu funcionamento no produto”.

Faça um croqui a mão livre do seu produto ou utilize algum software de sua preferência e o

insiracomo anexo no template do MAPA, que consta no material da disciplina.

Fontes

ABNT.NBR 9050: acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. Rio de Janeiro:ABNT, 2004.BAXTER, M.Projeto de Produto: guia prático para o design de novos produtos. São Paulo: Blucher, 2011.Disponível em: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/populacao/34889-pessoas-com-deficiencia-e-as-desigualdades-sociais-no-brasil.html?=&t=resultados. Acesso em: 6 fev. 2024.

ROMEIRO FILHO, E.et al.Projeto do Produto. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.ROZENFELD, H.

et al.Gestão de Desenvolvimento de Produtos: uma referência para a melhoria doprocesso. São Paulo: Saraiva, 2006.

É o que você procurava?

Fale conosco para obter o trabalho completo, clique no botão ao lado

Trabalhos Relacionados:

Deixe um comentário